Os nossos amigos

terça-feira, 28 de junho de 2016

Semana dos monstros das Profundezas



Boas Pessoal....




                                          1º Dia

Depois de alguns acertos logísticos e de material, decidimos ir às profundezas em busca dos Chernes..:-)

Para completar a equipa, juntou-se a nós mais um apaixonado pelos grandes exemplares...hahaha. E pela primeira vez esta pesca foi possível por causa do meu sonar novo, que só posso dizer que é brutal..hahaha.

O arranque do porto foi ao nascer do dia para podermos explorar e aproveitar bem o dia.

Chegando ao ponto, comecei a sondar e rapidamente pudemos observar que havia vida naquela perda...e nisto aguento o barco sobe o ponto enquanto ambos deixavam cair a pargueira..:-)

Rapidamente começaram a sentir peixe a comer no fundo e a ver se aparecia o que nós queriamos!!!

Entretanto o nosso amigo sentiu outro peixe a comer e em menos de nada ferra-o e arranca-o do fundo.... E vai de dar ao braço trocando com o meu marinheiro até colocar o primeiro cherne à tona de água....hehehehe....foi uma festa...hahaha...Objectivo cumprido!!


Decidimos fundear para sermos 3 a pescar e não só eles os dois. Os cachuxos eram grandes e muitos, o meu marinheiro nem os ferrava, deixava que eles se ferrassem sozinhos...hahaha....àquela profundidade  quem é que ferra peixe...hahaha.

Eu e o nosso amigo ambos aos chernes, ele com linha de mão e eu ao jigging na técnica de slow pitch com um jig de 300 gramas.

O tempo foi passando até que o meu marinheiro ferra outro peixe que não era um cachuxo, mas que acabaria por ser outro cherne, mais pequeno que o primeiro mas também era bom. O mais giro é que o cherne que ele que pesou 10 quilos acabou por ser o mais pequeno da semana...hahaha.

Eu não senti nenhum, mas ainda tirei vários cântarilhos...hehehe...e era com cada um..hehehe.


O dia com a caixa cheia de cachuxos, cantarilhos e 2 chernes estava feito o dia como a primeira experiência :-)

                                             2º Dia


No segundo dia voltámos ao mesmo sitio para ver se conseguíamos tirar mais algum cherne..:-)

Chegámos ao ponto bem cedo e fundeamos uma vez mais. Claro que acertar à primeira é sempre muito complicado, por isso tivemos que recolher o ferro e voltar a fundear para conseguir ficar na zona ou no sitio que marcava mais peixe..:-)

O meu marinheiro virou-se para os cachuxos e eu e o nosso amigo para os chernes. O tempo foi passando até que o nosso amigo por pouco quase que ferrava o primeiro cherne do dia...Xiiii....e ele diz-nos que era bicho...hahaha

Passado nem dois minutos o meu jig quando toca no fundo e eu tento levantar do fundo..NADA!!...Porra esta merda ficou preso no fundo!!!....Eu tranco o drag e tento puxar pelo jig para ver se soltava do fundo...Que azar dizia eu!!!...dass....

E é quando eu vergo mais a cana que eu sinto algo a sacudir a cabeça!!!....DASS!!....É peixe e só pode ser um cherne pessoal!!....eu alivio um pouco o drag e passo para o polegar para controlar a força da linha. Pelos vistos a pedra estava viva..hahaha. A partir deste ponto posso dizer que foram cerca de 25 minutos para o tirar do fundo e mais de 45 até o colocar à tona de água...Ufaaa!!!!


E estava cá fora o nosso primeiro porco preto...hahahaha...o material nunca cedeu e com muita calma e  já sem posição para estar ele veio até rebentar à tona de água!!

Posso vos dizer que fizemos uma festa do C.....hahahaha...e passámos bastante tempo a olhar para ele e a tirarmos umas fotos...hahaha....eu só consegui tirar fotos com ele no colo..hahaha...e nenhum dos 3 foi capaz de levantar o peixe sozinho..hahaha.


Com a corrente a aumentar demos por terminada a segunda jornada aos chernes...:-)


                                                   3º Dia

No terceiro dia rumámos a outros dois pontos em busca deles...:-) Sondámos o primeiro e nada até que decidimos ir ao segundo ponto...

Assim que chegámos lá começámos a ver bastante vida colada ao fundo e a uns 5 metros do fundo...Boa...hehehe

Verifiquei a deriva e largámos ferro para o fundo.....o meu marinheiro uma vez mais virou-se para os outros peixes e nós os 2 para os chernes. Desta vez não levei o material de slow pitch e tal como o nosso amigo, ambos estávamos com linha de mão à espera deles...hehehe.

Em menos de nada o nosso amigo levanta-se e quando ele se levanta, já nós sabemos que é melhor desviar porque ele vai se preparar para dar de comer ao peixe e ferrá-lo com toda a força..hahaha...e assim foi.....Pimba....O esforço que ele fez nem lhe deixava falar...hahaha...assim que ele levantou o peixe do fundo, o meu marinheiro largou a linha dele e continuou a luta....e depois do meu marinheiro estar cansado passei eu para o lugar dele para puxar pelo peixe...hehehe.

O primeiro do dia rebentava à tona de água pronto para ser embarcado...hehehe...mais um porco preto pó porão...:-)

Os cachuxos e os cantarilhos iam saindo bem até que uma vez mais o bichos dão sinal...hehehe. Sinto algo a comer na minha linha de mão que parecia um peixe de meio quilo a comer...hahaha.....eu espero até ele ter o isco na boca aliviando a linha para de seguida ferrar o peixe!!....e não paro...pimba..pimba..pimba...sempre a puxar por ele até que o nosso amigo agarra na minha linha e continua a batalha...hehehe....e depois dele ainda veio o meu marinheiro...hahaha.


Pode-se dizer que foram peixes a 3...passaram os dois pelas mãos dos 3...hahaha...e ainda bem que assim é pois aquela profundidade um homem sozinho puxar aquilo tudo é para morrer...eu que lhe diga..hahaha.

Já com 2 porcos pretos no porão e com a caixa cheia o dia estava a correr bem até que apareceram os nosso inimigos peixes balão que acabaram com a nossa pesca. Cortaram as nossas linhas de mão a 5 metros da superfície!!!!!....ou seja ficámos sem linha nenhuma para poder pescar!!


Foi arrumar tudo e ir embora para o Porto, chateados por sermos obrigados a parar mas satisfeitos por ter cumprido o 3 dia com chernes no porão..:-)

                                           4º Dia e o ultimo


Com as correntes a aumentarem, esta seria a nossa ultima oportunidade de apanhar mais algum porco antes de se tornar impossível a pesca a eles.

O primeiro ponto do dia que escolhemos não surtiu efeito nenhum, nem um toque até que decidimos levantar ferro e rumar ao ponto do 1 dia dos chernes..:-)

Na sonda notava-se que o peixe já não estava em quantidade que estava nos outros dias, mas tínhamos que tentar na mesma. Largámos ferro e começamos a pescar. O meu marinheiro passado um tempo deixou de tentar o peixe fino porque eram pouco e não valiam o esforço. Por isso ficámos os 3 aos chernes.

Eu fui o primeiro a sentir um a comer....tum............tum..tum.....aguentei por ele até que o ferro sem parar...pimba...pimba e levanto ele do fundo uns 8 metros...estava ferrado...hehehe...o nosso amigo larga a linha dele e vem me ajudar a puxar pelo peixe enquanto eu descanso um pouco. Nem meio minuto depois o peixe desferra-se.....Dasss...que grande galo...paciência.

Passaram mais 10 minutos e o nosso amigo ferra o segundo do dia e felizmente este não se desferra..:-) eu fui agarrar na linha dele para o ajudar e por fim veo o meu marinheiro acabar o serviço...Mas que belo porco preto...hahaha...este seria o nosso segundo maior peixe com 27,340 gramas...:-)


Esta é daquelas pescas que basta um peixe destes para um gajo ficar satisfeito...hahaha....e o mais engraçado é que ainda nem estamos na época deles..:-)

Este foi o ultimo dia da nossa semana aos chernes e só tenho pena de não ter feito mais jigging na técnica de slow pitch, mas a corrente não deixou. Terá que ficar para a próxima vez..:-)

Eu tentei ser o mais breve possível amigos, mas como eu ainda tenho muitos relatos e muito peixe para mostrar e pouco tempo para escrever, terá que ser assim desta vez...hahaha


                    Um grande abraço e até breve amigos

                                       Luís Malabar




segunda-feira, 27 de junho de 2016

MISTA DE PEIXE...


UMA GRANDE PESCARIA DO MALABAR...

MUITAS ESPÉCIES E MUITA QUALIDADE

COMO SEMPRE MUITO FORTE








LUÍS MALABAR