Os nossos amigos

sábado, 26 de março de 2011

Casulo

Casulo
O casulo é um dos grandes iscos para a pesca quer de costa quer de mar, tendo a preferência de todos os pescadores. É um isco universal e provavelmente o mais usado em Portugal.

 Tem a particularidade de ter uma risca longitudinal que dentro de agua se torna fluorescente tornando-se muito mais visível e atractivo para o peixe. Devido á sua consistência e tamanho também se  mantém muito tempo no anzol resistindo á agitação marítima.


Captura: Para a captura deste verme utiliza-se diferentes métodos, no entanto o método mais usual, passa por capturá-los com uma pá própria. Outra forma é usando sal, pondo-o no canudo, e esperando que o verme venha ao de cima. Nesse momento com uma pá de qualquer tipo basta cortá-lo e normalmente captura-se o casulo ainda que em menor dimensão( comprimento). Por vezes a dimensão que atingem estes casulos é de facto muito grande, sendo que muitas vezes ultrapassam os 20cm de comprimento.
A sua captura, acontece-se por diversos locais do país, nos estuários dos rios, sendo o casulo de Aveiro/Setúbal/Ponta do mato, os mais conhecidos.

Conservação: Usualmente de 3 a 5 dias -entre os 10º e 12º Cº.
Existem várias formas de conservar o casulo, sendo que a mais usual é a sua conservação dentro dos canudos onde vêm( vivem), embrulhados em jornal, e guardá-los na gaveta dos legumes.
Pode-se também descascar, e mantê-los num recipiente sempre com água limpa e oxigenada.
Outra forma muito usada, passa por descascar o casulo e dentro de um pequeno saco estanque com água salgada congelá-los. Desta forma estes mantêm as suas propriedades naturais e ficam mais duros.

Técnica de pesca mais frequente: Pesca ao fundo. Surfcasting, e rockfishing. Também se adapta à pesca embarcada, e até à bóia/chumbadinha.

Espécies Alvo: Praticamente todas, com maior incidência: Robalo, Dourada, Corvina, Sargo, Safia, Besugo, Linguado, Pregado.

Dificuldade de captura: Média/ Baixa.

Venda ao público: Vendem-se em papel de jornal. O seu preço varia entre 1,60 e 2,50 euros.

O que mais aprecio: A sua versatilidade. Deve ser o isco que utilizo em mais tipos de pesca. A sua fluorescência é letal para a pesca nocturna.

O que menos aprecio: No verão aguentam pouco tempo vivos, e o seu preço vs qualidade da minhoca em si, deixa muito a desejar.


Iscagem:. Deve-se iscar ou junto à cabeça ou pelo “ rabo”. Para melhor apresentação usar uma agulha e fazer o isco passar até à linha. Pode também se iscar 3 casulos pela cabeça e depois com o fio de nylon, fazer uma “chucha”.



Uma bela iscada:

Pá utilizada para a sua captura:

11 comentários:

Rui Salvaterra disse...

Elucidativo post, especialmente quanto à forma de congelação que desconhecia. Confesso que sou novato na viciante actividade da pesca e também por aqui vou crescendo.
Seria interessante se prenunciarem em relação a outros iscos.

Parabéns pelo Blog.

Os Pescas disse...

Olá Rui. Olha todos os iscos que conhecemos serão contemplados, já está pronto a maioria, mas apenas lançaremos um ou dois por semana assim por alto. É uma forma de vos deixar( leitores) curiosos, e claro expectantes. Obrigado por acompanheres o blog, tudo fazemos para tentar partilhar e melhorar a cada dia o blogue. Agradeçemos a fantástica adesão que temos tido em tão pouco tempo, e prometemos estar sempre atentos aos pedidos dos leitores. Abraço.

Dfilp disse...

Excelente post.

Especialmente a parte da conservação. Sempre me aconselharam a "descascar" e congelar com muito sal, mas das duas vezes que tentei não tive grandes resultados.
Ontém aproveitei a manhã livre para ir apanhar uns (com o sacho normal, pois não tenho a tal pá) e depois descasquei logo no local e conglei em duas garrafas, com água do estuário. Espero que assim fiquem bons para iscar! Uma vez que gosto de ir apanhar o meu isco, mas por vezes não tenho tempo na vespera da pesca, assim congelado está sempre disponivel.

Carlos Mirão disse...

Chego a apanhar o casulo por inteiro, alguns chegam a ter cerca de 50 cm. Para o congelar faço uma salmoura e congelo em pequenos recipientes no máximo com 25 casulos cada. Posso dizer que obtenho os mesmos resultados com o casulo, seja fresco ou congelado.

Carlos Franco disse...

Boas, por quanto tempo posso guardar o casulo congelado?

Carlos Franco disse...

Boas, por quanto tempo posso guardar o casulo congelado? Obrigado!

Os Pescas disse...

Pode ser guardado durante meses, desde que a embalagem garanta que o gelo não entra. Abraço.

O Bravo da Costa disse...

boas pessoal
quanto tempo consigo ter o casulo vivo com bomba de ar

O Bravo da Costa disse...

boas pessoal
quanto consigo ter casulo vivo com bomba de ar

Os Pescas disse...

Bom dia, isso depende muito. Mesmo com oxigenação o animal não está no seu habitat natural e vai perdendo propriedades. Tens sempre que trocar a água regularmente, sempre que a vires ligeiramente suja. Mas entre 10 a 20 dias aguenta bem. Atenção ao calor que isso sim os mata facilmente.

Anónimo disse...

Gostava de me inteirar acerca da legalidade ou não da apanha de isco vivo para a pesca desportiva, é legal? E que espécimes/kilos?