Os nossos amigos

quarta-feira, 14 de maio de 2014

A pescaria de Chocos fraquíssima que deu origem a uma pesca de surfcasting fenomenal!!!

Boas,

Resolvi fazer um relato ao contrário do que é costume...

Comecei por fazer o relato da pescaria de surfcasting e agora a pescaria que deu origem a essa grande pescaria de surfcasting... E mais houvesse!!! Lol. Esta dava bem para pôr nos anais de um grande senhor...

E ESTA HEIN???

Então vou começar, pelo relato do dia de pesca que como tem sido hábito este ano, tem sido muito mais fraco do que é costume, razão pela qual temos feito menos relatos e temos ido muito menos vezes... A chocalhada não encostou em força...

Mas é uma pesca que apesar de não me dar grande pica tem bons resultados gerais e por vezes lá vamos nós fazer...

Foi assim que resolvemos lá voltar após meia dúzia de pescas este ano algo fracas... Chegamos ao pesqueiro e o dia encoberto não nos deixava antever boas capturas, juntando a uma água algo tapada, estava visto que seria mais um dia complicado de pesca. Como tem sido hábito ultimamente...

Mas lá começamos o dia em busca de uma ou outra pesca de jeito o que estava a ser deveras complicado. Já rezava aos santinhos todos por o sol dar um ar de sua graça, mas o WINDGURU marcava muita nebulosidade, cerca de 90% o que me deixava antever que isso não ia acontecer...

Uma coisa que vem sido hábito, fruto provavelmente das correntes sentidas na zona é que nas zonas mais baixas, existe menos visibilidade do que em águas mais profundas... Isto para dizer que em mais de uma hora apenas demos com um choco...

Vai de descer na profundidade e procurar zonas em que pudéssemos ter as águas mais límpidas...
Aqui a actividade aumentou muito e conseguimos logo dar com uns bons chocos... Uns 5/6 choquitos alegraram a coisa... Infelizmente foi " sol de pouca dura" e deixámos de apanhar choco, e tivemos mais uma vez que ir a procura deles... E logo na investida seguinte, um grande choco com 3,800 kg. o que alegrou esta pescaria. Grande monstro... Julgo que se vê no cimo da fotografia, um animal muito comprido e largo.

Estava na altura de ir dar uma volta para ir procurar uns polvitos, visto que este ano isso tem sido uma das apostas seguras. Existem muito mais no rio, e isso tem ajudado a compor a pescaria fraca.

Fomos então ao spot de sempre ver se lá andavam alguns e nisto as nossas apostas estão a acertar em cheio. Não foram muitos, apenas 4, mas 3 deles, enormes polvos muito grandes, acima dos 3 kg.

Depois de dar por terminada esta pesca, foi altura de espairecer... Tomámos o pequeno almoço, e entre um cigarro, bebeu-se um suco docinho aqui da zona... Um Moscatel do José Maria da Fonseca... Bem, a garrafa ficou  em lindo estado!!! lololol... Estava tão fresquinho que aquilo parecia água com sabores...

Bem, e terminada a paparoca, era hora de regressar a faina, já eram quase 11 horas e tínhamos mais uma horita, pois era dia de ir almoçar a casa...

E para mim apesar de no final da pescaria que para nós foi abaixo do que estamos habituados termos apanhado uma pesca porreira, eis que surge algo que despoletou uma grande pescaria de surfcasting...


Estava eu a organizar o barco, a tentar limpar pois os jactos dos chocos deixam no sempre em mau estado, quando olho não vejo o Palma... Epa, e levanto-me... Nada, e ponho-me em cima das extremidades do barco.... Nada! Pânico... Mas dentro da minha calma, ia dizendo, tem calma, tem calma, ele deve andar por aí... E estive largos segundos, talvez mais de um minuto sem o ver... E quando já tudo me passava pela cabeça... Eis que oiço: " Filipe. Filipe, anda cá"... E quando chego julgando que ele tinha dado com algum filão deles, eis que ele me brinda com isto:

Sim estão a ver bem... Esta foi a sua captura... Com tanta agitação eu a julgar que ia ser a captura do dia, algum polvo de 8 kg. ou então sei lá um choco record, tipo de 6 ou 7 kg... Ou alguma raia gigante... Sei lá assim com 20 ou 30 kg... E ele dá-me para a mão esta coisa estranha!!! 
Bem, ele lá continuo a palmilhar, enquanto eu andava a tentar perceber o que ia fazer ao animal... Que no chão do barco então, ficava a solta e quase que duplicava o seu tamanho...

Impressionante!!!

Na minha cabeça fez-se luz e entre deitar o animal a água, e guardar pensei logo... Vou guardar, nunca se sabe, podes até servir para alguma coisa, quem sabe se não faço uma pesca ao fundo e se não me dás uns peixes!!!

E não é que...




Bem , ele lá andava a dar com mais uns chocos para a despedida, e ainda se safou mais 5 chocos. A coisa ficou composta, e lá fui eu todo o caminho com a salsicha num baldinho, lol, e ia apreciando um isco que tem enorme efectividade em espécies como o sargo e a dourada...



Não posso terminar este relato sem fazer o paralelismo com o tal que vos falo...

Chegado a casa, guardei os chocos e os polvos e lá fui eu pôr a salsicha no frigorífico... Passados dois dias, eis que começo a pensar... Bem se não congelo isto... Vai a vida... E lá a congelei, mas logo no dia a seguir liga me o Guilherme...

- " Estava a pensar em se ir fazer uma noitada de surfcasting com o João e o Soares... Lá ao sítio da última vez"
- " Hmmm, ok, estou nessa, bora lá"...

E no Sábado lá fomos nós direito ao pesqueiro para mais uma grande noitada de surfcasting...

A noite em si foi muito activa, sempre com alguns peixes a saírem, sempre com boas capturas, robalos de algum calibre, e principalmente grandes sargos, peixes que variaram dos 800 a 1500 kg.

Mas se a pesca estava a ser mais ou menos, ficou divinal quando disse ao Guilherme...

- " Tenho ali um isco para fazer miséria..."

E nesse momento tudo mudou... A cada lançamento era um sargo quileiro, e chegámos ao ponto de aproveitar os restos da boca dos sargos para compor a iscada seguinte.

Uma só salsicha deu para 8 sargos de alto calibre... Sentado na cadeira de manhã, ao me lembrar de como tinha apanhado este isco, da forma como tudo aconteceu, só pensava...

Como são as coisas... É nisto que a pesca é fenomenal!!! Alguém diria que uma pescaria de chocos, iraia despoletar numa grande noite de pesca no areal, de uma noitada brutal de surfcasting??? Não, claro que não!!!

Mas foi assim que se passou, e é mais uma história para recordar, pois parece-me que vale a pena.

E esta hein???











FilipePC e Ricardo Palma

14 comentários:

João Pinto - http://sheospinning.blogspot.com/ disse...

Em tanto ano de pesca nunca tirei um moscatel :/

Grande pescaria e excelente relato.

Um abraço

Joao Santana disse...

Salsicha que se transformou em dentolas, que lindos sargos Filipe, e chocaria a farta, eu apanho um por ano,ahahahahahah, grande abraço .

Pedro Franco disse...

Boas Filipe, pesca é sempre significado de surpresa, essa salsicha mudou tudo, mas a culpa desse acontecimento foi do moscatel.
Sem duvida uma grande jornada com peixe de grande nível, parabéns.
Abraço e boas embarcadas e grandes lançamentos.

Anónimo disse...

És um cagão, vejam lá a sorte que tens, que até apanhas um bibi gigante que te vai dar uma pescas dessas, enfim, lol... Só mesmo a cagões.
Abraço, David

Os Pescas disse...

Olá João, um Moscatel daqueles, vale mais que um choco dos big´s, lol. Um abraço.

Os Pescas disse...

Olá João, aqueles dentolas deram uma picaaaaaa, rica salsicha que me safou a pesca, lol. Abraço.

Os Pescas disse...

Olá Pedro, lol, realmente acho que o Moscatel é que mudou tudo, ahahah. Um abraço.

Os Pescas disse...

Olá palhaço, cagão, não, bom sortudo, lol. Um abraço David.

Alexandre disse...

Boas pessoal,meus parabéns so peixe de luxo,abraço

Os Pescas disse...

Olá Alexandre, é verdade, foram excelentes capturas. Um abraço.

Manuel Oliveira disse...

Uiii isso é um regalo, uma salsicha que deu esses dentuças todos...
E a maior parte das vezes aproveitavas a mesma isca, não?

Abraço e força com os cefalópodes!

Os Pescas disse...


Grande relato amigo e que rico moscatel..hahaha. Além de uns pelos polvos e chocos, ainda deu para uma grande noite de surfcasting..:-)

Um grande abração

Luís Malabar

Os Pescas disse...

Olá Manel, é verdade, aproveitámos cada bocado da salsicha, e mais houvesse. É um isco fenomenal. Abraço.

Os Pescas disse...

Olá Luís, é um relato que realmente tem piada, porque as cenas acontecem de uma forma tão natural que torna mais puro de se fazer um relato. Abraço.