Os nossos amigos

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

( Bóia) Sprinters do Pontão...

Eheheh...

Granda doidice...

Tinha sempre me prometido não me meter em alhadas assim... Mas a realidade é que estava em casa sem nada para fazer, era Domingo, e apetecia-me ir a pesca...


Acordei eram uma dez horas, levantei-me da cama e sentei-me na sala no sofá, lol... Liguei a Beachcam para ver o mar... e tentei perceber se dava para pescar... Os esporões pela câmara estavam quase todos vazios... Um ou outro pescador no início deles e pouco mais... Mar bruto, aguagem de 15, vento, aguaceiros, era quase missão impossível... Estive uma hora e meia no vai não vai... Vai não vai... Deu-me uma veneta e pensei... epa se não der para pescar voltas para trás... ponto final...

E fui a arrecadação buscar a cana, montei ainda em casa a bóia, e lá fui rumo a Costa... Ao chegar ao parque já ouvia o mar e explodir... E fui me apercebendo do que ia ver... Ao chegar ao Esporão MY GOD! Um manto branco... Um mar lindo de se ver mas praticamente impossível de se pescar... Estava um senhor a meio do pontão e de resto só Gaivotas, lol... O resto nem do início do pontão saía... e eram apenas mais dois... Com a mala as costas fui ter com ele, e pelo caminho comecei logo a ver o que se ia passar... Set...
Pimbaaa... pontão varrido, e pernas molhadas... Fui conversar com o senhor que ainda nada tinha apanhado e vem uma onda pelas costas e só tive tempo de abrir as pernas para ganhar mais aderência e fomos ambos banhados por uma onda que nos passou literalmente por cima! Boa ainda nem pesquei e já tenho o corpo encharcado...

Não dá para pescar... vou me embora, disse ao senhor de lá que entretanto sprintou pelo esporão fora a frente de uma onda... Agarrei na tralha, cana na mão e vou para me ir embora... quando pela praia avisto um conhecido...

" O que estás aqui a fazer pa???"...
- E ele " E tu pa ??? " ...
- " Eu vinha pescar mas não dá..."
- E ele " Está muito mau, muito mar, mas se passarmos o meio do pontão a frente só varre de minutos a minutos..."
- E eu " Sim... e como vamos passar o meio do pontão se o mar está mais alto do que o pontão e as vagas metem medo???"
- E ele... A gente corre para lá e lança... E corre para cá e foge quando vier a onda"...
- E eu... "Ah claro é essa a tua táctica! Tu és chanfrado... O bico do pontão também está a ser varrido, vamos ao banho"
- E ele... " Eu vou tentar"...

Isto foi a 2 horas da praia-mar... Imaginem o resto...

E eu fiquei a olhar para ele... Deixei a tralha no início do pontão e fui ter com ele e lol... bem... Um banho, dois banhos, três banhos, ele corria para lançar, corria para fugir da onda, e eu corria a frente dele...

E foi aí que disse para mim... Mas admito que um pouco enfeitiçado pela potência daquele mar e pela loucura do momento quis experimentar aquela total parvoíce... E tinha algo que infelizmente não se concretizou e digo-vos... Foi a maior frustração possível... Eu tinha comigo a GO PRO, e imaginem... Sim,!!! yes, yes, yesssss... Eu meti-a na tola, despi as calças que estavam um trapo e fiquei de cerolas, bem não eram bem cerolas, eram daquelas de ciclista, assim muito sexy´s... e lá fui eu de cana na mão... Logo na primeira passagem tive direito a pagamento na portagem e levei dois grandes banhos... Lancei a bóia e liguei a câmara... Estava no momento... De verem ao vivo aquela maluqueira... E cada vez que virava a cara, só via o meu companheiro a correr pelo pontão de cana na mão... Lindo!!! Eu com medo de ir ao bico, fiquei-me ali por um pouco mais do meio!!! Grande ideia! Em cinco minutos levei mais do que dez banhos, ou melhor... mergulhos... E eu todo feliz, encharcado, um frio do caraças... Mas convicto de que estava a filmar tudo, continuava, a cheguei N vezes a ir as bermas do esporão para a onda me passar literalmente por cima... O que na minha cabeça, seria uma filmagem brutal!!!

E fui ganhando confiança... Nisto do arriscar é como tudo na vida... Depois de o fazeres uma vez... Ganhas confiança... e lá vais tu... Ou melhor... Lá ia eu... E finalmente cheguei ao bico do Esporão e o outro senhor veio atrás, lol, numa espécie de follow the leader versão Batanetes do Esporão!!! E quando faço o primeiro lançamento no Esporão com a Bóia a ser varrida e eu a tentar controlá-la, lol, vejo um arranha-céus... Ou melhor, uma arranha-onda, lol, e comecei a dar passos para trás sem saber se havia de ficar quieto, se havia de correr... Olhem eu não sabia o que fazer! O companheiro que veio atrás de mim, parecia chorar e disse:
- " Mas porque é que eu vim aqui logo agora"...
E a mim deu-me uma vontade de rir, num misto de medo com adrenalina...




E o percursor desta espécie de pesca, gritou para mim e para o outro... " Abram as pernas"...
CALMA, LOL, ele disse isto para termos mais resistência a potência que a onda tinha e não irmos parar dentro de água... Confesso que temi... Fui levado uns metros, mas aguentei bem... Suspirei de alívio... Estava com os pés na pedra e os três inteiros... Foi mais o susto... Recuei... É que embora a ponta do esporão tivesses menos ondas a passarem por cima, ali sim eu tenho ideia que arrisco a vida... A zona mais atrás tem areia nas costas e do mal o menos... Se fosse varrido ia parar a praia... E tornei ao meio do pontão mais o outro senhor enquanto que o percurssor desta nova modalidade, os sprinters do pontão, ficou lá pela frente, numa luta titânica com os Set´s que varriam aquela cabeça do Esporão de forma avassaladora... Eu só olhava para ele e só pensava...  " Que granda maluco..." e lá fui ter com ele de novo, e lá veio de novo o outro senhor... É que para entenderem bem porque razão um gajo torna a arriscar... É que o mar na paragem do set ficava pescável e nós tínhamos vontade de ir ao bico do esporão, mas estávamos tão longe que quando lá chegávamos, lol, já vinha o set... Parecia o jogo do gato e do rato... E vai de fugir... Numa desta vezes, eles perderam as montagens e foram andando para trás para irem fazer os estralhos... E nisto vejo-os a correrem pelo pontão fora... Que imagem linda, um sprint lado a lado, agarram nas malas a pressa e safam as nossas bolsas, lol ( a minha inclusivé)... Epa e eu ria lá da frente, até que olho para a frente e como nos filmes estão a ver, quando te ris, e de repente vês algo que não estavas a espera... e ai mãe, ai mãezinha, é desta que vou ao banho... E ela levantou e varreu-me por completo...Desta foi um milagre, fiquei a centímetros de ir nadar com os golfinhos!

Ah e tal perguntam... E pescar? Mas malta, qual pescar!
Já me doia o braço, e com o mar a descer um pouco, resolvi trocar de cana para pescar mais leve eaguentar o esforço... Descansei um pouco...

Vocês não vêm que a gente passava o tempo todos a correr, a olhar o mar, e tirar bóia, e lançar bóia... Pescar é um nome que tem pouco a ver com este post... Isto é outra modalidade, lol... Ou foi... Pois não sei se repito uma parvoíce daquelas. Teve a sua piada, a adrenalina foi realmente brutal, mas... Entendem? Mas... Não compensa, nem que estivesse a dar paletes de sargos, coisa que nem foi o caso...

Bem, a pesca não estava fácil, dá para entenderem né... embora a fantástica Piker, continuasse a manter-se direitinha no meio daquela ondulação forte e de uma espumagem louca. Num dos lançamentos a meio do esporão consegui trabalhar bem a bóia deixando passar o set, e conseguindo manter a bóia onde queria, sem ela ser varrida, e quando estabilizou tive o primeiro toque do dia... Ralo à vida... Vais de ir ao princípio do pontão buscar mais um ralo... lol, mais umas quantas corridas... Ralo no anzol e toca de ir novamente para o meio do pontão onde levei mais 3 banhos até meter a bóia na água... E desta com o set a dormir... lol, meti a bóia no spot e ela rapidamente foi com a aguagem onde eu queria e foi afundando devagar, devagar, e na lateral... Dei-lhe a ferragem e senti-lhe os dentes, o macaco correu na lateral e tentei segurá-lo e trabalhe-o com calma, mas sempre a olhar para o set... já curiosamente com ele a perder força e a levantar do fundo, desferra-me perto de mim... Grrr... Fui a falar sozinho para a mala do isco, e a dizer para mim " Não vou gradar... Não vou gradar..."... Lol, epa estava a levar uma tareia da Natureza, estava molhado, com frio... Epa ao menos um peixe porra! FDX!

Torno a meter um ralo e vou para o mesmo local, mas entre banhos e fugas... Nem mais um sinal... O meu companheiro idem aspas... A maré estava perto da praia-mar, e eu já só desejava que vazasse mais, pois não estava a aguentar mais tanto sofrimento... Já nem as minhas calças sexy´s me estavam a aguentar o frio e cheguei a pensar parar... Mas estava mesmo enfeitiçado por aquele mar lindo e bruto, e lá fui de novo ao bico do pontão, onde com os restantes malucos do dia consegui meter a bóia pescável uns segundos, e estiquei bem a linha além de a travar de forma a encostá-la as rochas e... Sim... sim... Sim... Desgradei eh eh eh... A bóia nem afundou mas vi-a ir devagar ao fundo e senti os dentes de novo do peixe, e desta consegui pô-lo em cima do esporão... Um sargo de umas 500/600 gramas... Nada mau... Ao menos estava desgradado...

Eles ficaram a olhar para mim com o grito de guerra que dei, lol. Epa, eu não costumo fazer barulho, até porque não é meu feitio, mas o momento merecia, acreditem em mim... Merecia mesmo. Tirar um peixe assim, é dose! Fiquei entusiasmado, adrenalina no máximo, sangue a ferver... Estava nos píncaros, tal e qual a maré! Continuei a bombar com o ralo a ver se aparecia mais algum peixe e o meu companheiro começou a bombar o caranguejo, mas... Andámos ali mais uma meia hora a correr e pouco pescámos, até que levei outro banho tão grande, mas tão grande... Que resolvi parar e ir para o início do pontão... estive uns quinze minutos só a ver, frustrado pois era o dia que tinha para pescar e porque sentia poder apanhar mais uns peixes caso o mar me deixasse... Restava uma situação... Esperar que ao menos a maré vazasse um pouco, para eu poder me chegar mais ao bico e pescar onde sei que saem uns peixes bons... O problema era a hora. Como sabem as 7 e tal começa a escurecer e tinha muito pouco tempo...

Então decidi fazer uma mudança... Estava na hora de saltar de pontão... O do lado com um pouco da vazante já deixava pescar, e parecia-me que ia levar menos banhos... Terminara a minha saga de saltimbanco... Fui cheio de pressa como a malta quando vê alguém sacar um peixe e vai logo a lançar por cima, lol, mas neste caso era só mesmo para não perder tempo... Um deles juntou-se a mim, o outro desistiu e deu por terminado o dia dele...

Mudança de pontão, mudança de estratégia... Estralhos ligeiramente mais curtos, isco diferente, passando só a apostar no caranguejo... Porquê??? Dois simples motivos. Num dia destes em que é praticamente impossível pescar o meu objectivo era apanhar um peixe, desgradar... Estava conseguido. Agora era tentar algo maior... Uma questão de aposta. O outro motivo passa por eu sentir nas minhas experiências que por algum motivo neste spot, o ralo não funciona tão bem, pode ser coincidência, mas tem sido os resultados que tenho tido... E lá fui de iscar caranguejo, quase sempre de tamanho pequeno...

Logo nos primeiros lançamentos verifiquei andar lá peixe... Tirei dois de palmo e o meu colega 3... Mas não era isso que queria, e mudámos de lado...  Ali estava mais difícil de pescar, mas sempre dava para manter a bóia a trabalhar desde que se conseguisse gerir bem a passagem da onda e a respectiva escoa.

Ele ferrou dois que fugiram, um deles devia ser um bom peixe, e eu finalmente tive um toque a sério, um arranque poderoso, que o fez tirar a cana da agua... Aproveitando a escoa ele correu muito rápido para a direita, e eu estava com o drag um pouco aberto e ele la foi uns metros a sua vontade, mas travei-o a tempo e desistiu rapidamente... Elevei-o, e cá estava um bom peixe. Num dia assim, depois de desgradar, esta era uma vitória, e dos dias em que mais senti que mereci.

Rapidamente porque o sol se despedia isquei com mais dois caranguejos minúsculos, e lancei para o mesmo spot. Já tinha dado com o buraco, mas... a escoa era tanta, as ondas eram tão fortes, que tentei vezes sem conta até a parar onde queria. Quando consegui... ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ, grande arranque, espectacular... Cana vergada em esforço, ponteira lá em baixo... Aguenta, aguenta, aguenta e não chora, lol... Peixe a ceder, peixe forte, mas a ceder . Já ao cimo de agua, com muito jeitinho lá o elevei, sempre a medo pois o 0,24mm deixa-me apreensivo com peixe grande a elevar... Na pedra, pousei a cana e fui buscá-lo.


O sol tinha me abandonado e o Bugio ao longe começava a desaparecer... Insisti enquanto pude, mas apenas tive mais 3 ou 4 lançamentos antes da noite, sempre com a bóia a afundar, mas sem mais sucesso.

Rapidamente desmontei a cana, e guardei os meus peixes, em 3 horas frenéticas, de pura adrenalina, de frio, de mar, de espuma, cheias, mas acreditem que cheias de emoção. Deu-me um gozo do caraças apanhar estes peixes. Senti-me selvaticamente um predador dos mares. Meio maluco claro, mas predador na mesma!
Chegado ao carro, felizmente que tinha muda de roupa... Foi trocar ir beber o café da ordem e casa, onde ainda me tiraram duas fotos para a posterioridade.

Os meus dois matulões...





Material:
Cana: Vega Frenetika 6 mt.; Cormoura Corstrong
Carreto: Shimano Twin Power FB 5000; Vega LT
Linhas: Shimano Sufix 832; Vega Potenza ST Fluorocarbono; Asso Fluorocasting
Anzóis: Sasame Chinu; Sasame Chinu Gokobuso; Hayabusa FKS
Iscos: Caranguejo; Ralos


Filipepc, Ospescas

5 comentários:

Cesar Faria disse...

Sem bem o que passaste eh eh, mas fica para contar a historia mais tarde, houve um tempo em que se tornou corriqueiro, agora prefiro não arriscar.

Boa partilha, como sempre com um humor muito bom, e com os troféus no final, bem jogado.

Parabéns.

Francisco Belo disse...

Boas Filipe!
Concerteza que terá sido uma pesca para mais tarde recordar ;))
Forte abraço

Anónimo disse...

Grande maluco amigo, vê se tens cuidado que por vezes vao gajos ao mar na Cova. Um grande abraço e parabens pelas belas tábuas.
jOÃO.

Joao Santana disse...

Ainda vais inventar um novo desporto o Filipe, pesca e corrida, ahahahah, esses pontões são muito baixinhos, isso é um perigo, sacar dois dentolas nessas condições é grande adrenalina, parabéns pelos sargos, e toma cuidado;)
Um abraço.

Os Pescas disse...

Belos sargos mano e apesar de ter passado por essa situação tantas vezes, não deixa de ser uma doideira..hahaha. Mas como reza o ditado, quem quer peixe molha o cu...hahaha.

Um grande abração seu aleijado :-)

Luís Malabar