Os nossos amigos

terça-feira, 18 de abril de 2017

(SURFCASTING) A 1ª BURRA DO ANO NA NOITE DE PÁSCOA


Olá.


A necessidade de apanhar ar, desanuviar de uma semana complicada levou me a ir a pesca sozinho, até porque a quadra festiva não deixou que nenhum dos GANGUISTAS viessem comigo.

Após analisar o mar, pequeno, praticamente chão decidi descer rumo a Costa Alentejana. Verdade que é duro fazer tantos km´s sozinho, mas estava a precisar e as últimas pescas por perto foram uma desgraça.

Fui ter com o Filipe de manhã, depois ainda almocei em casa e só depois é que segui com toda a calma rumo a Sul.

Chegado lá uma calmaria como era de esperar. Mar chão, poucos pescadores, foi só escolher o sitio e abancar.





A espera foi tranquila, o mar é bom conselheiro. A calmaria era tanta que dava para enviar uns verdadeiros misseis ( otg´s) para lá bem longe. Ia falando pelo Face no nosso secret-chat com os gangs , é sempre bom e relaxa, nem que seja para ler os disparates do joãonumberone... e as picardias dele e do Filipe. É melhor que ir ao teatro.







A pesca essa, estava calma, vejo uma cana a a desarmar e lá vou eu direito a ela. 1º sargo da pescaria, já bom. Desgradado estava... E logo no lançamento a seguir pimba, outro igual. Sargos siameses.

Bem, a actividade não se manteve, mas logo a seguir tive uma gira, tirada a bruta, no meio de um monte de linhas todas encaracoladas eis que saco uma tainha, bela bicha. ahahah. Riam se mas conta para a TABELA GANG.






A pesca continuava como a noite, morna, nem bom nem mau, se bem que a cada hora esfriava e muito... Uma iscada de lingueirão como manda a lei, e lá foi outra bomba para dentro. Lá me fui sentar e falar com a malta. E nisto!!!

Cana direita, linha a vacilar e cana na mão, desta parecia bem maior a presa. E com aquelas cabeçadas, só podia, só podia. Olá, olé, olé, olé!!! Sim, cabeçadas vigorosas transmissão de uma energia diferente, inconformada, e já aos pés os meus olhos brilharam e o meu sorriso diz o resto:







Estava feito, um ovo de Páscoa, a 1ª dourada do ano. Já estava na altura, visto que já a semana passada tinha ido a procura. Fui logo partilhar com os amigos, sim, esta palavra tem grande significado, mesmo ao longe hoje em ia podemos encurtar distâncias com tanta tecnologia. Do longe fez se perto e lá foi o fartote da malta, que era pequena, quer era grande, que tinha 1 kg. que tinha 1.5 kg. que o rabo estava torto, que era zarolha, que tinha vindo congelada de casa. Não vale logo a pesca a pena por estes momentos? A vida é séria demais para no resto não nos divertirmos um bocado.

As horas iam passando e actividade era muito ténue. A malta foi se despedindo e foi tudo dormir. E eu mantive os olhos abertos, afinal de contas, se passou uma podia passar outra. O mar tranquilo dava para isso.

O frio é que vos digo que para a época e para os dias que têm estado não parecia nada que fosse ficar assim e fintou-me, não estava preparado para tanto frio como vão ver mais a frente...

Saco uns robalotes com medida mas pequenos de seguida na viragem da maré e novamente a actividade parou. Sempre a espaços e sem grandes picos de actividade a noite não terminou sem antes sacar uma grande baila. Estava mesmo a ver que elas não apareciam. Uma linda e gorda baila, daquelas que procuramos.





O nascer do dia foi um gelo, a fazer recordar as noites de Inverno. E assim dei por terminada mais uma pescaria, sem ser muito boa, foi o que se arranjou e mais do que isso deu algum peixe, sendo a dourada e a baila belos exemplares.

Faltaram os amigos para o pequeno almoço tradicional e para a galhofa do nascer do dia, mas estava a precisar e quando assim é, vale a pena na mesma.


Até a próxima...









MATERIAL:

CANAS: CINNETIC BLACK STAR FLEXY HYBRID TI (2), VERCELLI SPYRA AUGUSTA NANO
CARRETOS: DAIWA TOURNAMENT Z 45 QD ( 3)
ISCOS: CHOCO, LINGUEIRÃO, CASULO, AMERICANO



EMANUEL FERNANDES

3 comentários:

Pedro Nunes disse...

Boas Emanuel!
Volta e meia temos de fazer uns kms para dar com uns peixes, no meu caso então é 99% das vezes...
Essa dos sargos siameses é boa :)
Ainda deu para safares uns peixes porreiros...
Saúde e força aí.

Emanuel Fernandes disse...

Obrigado Pedro....Precisava de ir apanhar ar!!!
Grande abraço
Emanuel

Os Pescas disse...

Bem bom para os dias que correm. Tão fracos, tão maus, que essa pesca com uma dourada boa já é motivo de satisfação. Era bom que fossem mais pescas com exemplares jeitosos como tanto procuramos. Abraço amigo.